quinta-feira, 5 de junho de 2008

Relatório do Acampamento

A actividade começou no dia 30 de Maio, 6ª feira ás 21h00 na sede do 2ºGrupo. Dormi-mos lá para no dia seguinte às 05h00 da manhã irmos para Évora. Chegamos e fomos logo reunir.

Quando acabamos de reunir fomos tirar o material do armário. Logo de seguida houve Conselho de Guias, onde só ficaram os guias e sub-guias com os chefes e o resto foi dormir. Acabou o Conselho de Guias eram por volta das 23h00 e fomos dormir. Era 00h00 quando o grupo foi assaltado, e assim que os ladrões nos viram fugiram. Ficamos todos com um pouco de medo.

Quando o Hugo nos mandou ir buscar as malas, a patrulha veado viu três papeis no meio do chão e levamos para o Hugo. Dois eram a planta do Grupo e o outro papel era uma carta, onde nos dizia que aquilo seria uma acto de vingança, falava do Palácio da Ajuda e dizia uma frase em latim. Estivemos algum tempo reunidos e combina-mos que com isto tudo já não íamos para Évora e íamos ao palácio ver o que se passava. E fomos dormir. A alvorada foi ás 08h30, fomos fazer ginástica matinal, pequeno-almoço, preparação do almoço e Palácio da Ajuda.Chegamos ao palácio andamos a procura se havia alguma coisa de estranho, algumas pessoas lembraram-se da frase em latim e no palácio só havia uma estátua em latim, fomos lá e estava lá mais uma carta, lemos e fomos de seguida para a Igreja da Memória. Chegamos lá e andámos à volta da igreja e encontramos outro papel, lemos e fomos para o Jardim Botânico Tropical, para o jardim de Macau, onde encontramos a 3ªcarta, almoçamos e convivemos um pouco.Continuamos com a 3ª carta, que nos levou até à Torre de Belém, ao salão do segundo piso e encontramos a 4ª carta. A 4ª carta levou-nos ao Beco do chão salgado onde encontrámos a 5ª carta com a planta do grupo a dizer onde estava o tesouro. Fomos para o grupo fizemos alguns jogos enquanto esperávamos pelo o Hugo. Quando o Hugo chegou, os guias e sub-guias foram fazer as compras para o jantar, fizemos aquele jogo parecido com o do jota-joti que cada patrulha preparava e apresentava a sua comida aos chefes.


Quem ganhou foi a Patrulha Crocodilo com um ponto a mais. Jantámos, lavámos a loiça e fomos desenterrar o tesouro onde estavam 50 moedas de chocolate. Fomos para dentro do grupo e comemos as moedas em conjunto e fomos dormir. No domingo a alvorada foi ás 08h00, fomos arrumar o material, tomar o pequeno-almoço, lavar a loiça e limpar o grupo. Eram 10h00 e a actividade terminou.

Catarina Arroio, sub-guia da Patrulha Veado


Escoteiros de Portugal - 2º Grupo - Lisboa

2 comentários:

Hugo Silva disse...

"Ficamos todos com um pouco de medo". um pouco de medo é favor...

Eva disse...

assim vendo as fotos de repente fiquei cumá fome!!!